Portal Vital

580 Matérias - 555 Likes - 3187 Comentários RSS

Tchau, gordurinha!É claro que você já deve ter reparado que determinadas regiões do nosso corpo têm uma capacidade incrível de acumular indesejáveis gordurinhas. E quando acompanhadas pela detestável celulite, elas incomodam ainda mais as mulheres. As partes mais propícias ao seu desenvolvimento geralmente são o abdômen, os quadris, os flancos ou os “pneus”, a coxa, o joelho, as costas e o bumbum.

 

Para combater a gordura localizada ou a celulite, é preciso empenho. Aliar alimentação saudável à prática de exercícios físicos é essencial; entretanto, já existem tecnologias poderosas que ajudam a tratar o problema de maneira eficaz.

 

São tantas as novidades que as fisioterapeutas dermatofuncionais Juliana dos Santos Mateos e Mirela Pelegrine, da Clínica Vivaz (http://www.clinicavivaz.com.br), elaboraram uma lista com as técnicas mais comuns e atuais nas clínicas de estética. “Todas, desde que sejam realizadas corretamente, darão um bom resultado para qualquer parte do corpo. Porém, é necessário saber qual região precisa ser mais trabalhada de acordo com a queixa da paciente”, explica Juliana.

 

 

Conheça as técnicas mais comuns

 

 

Drenagem linfática: é realizada por meio de bombeamentos suaves, rítmicos e compassados em regiões específicas do corpo, como axilas, pescoço, virilhas, pernas e calcanhares. A aplicação pode ser de caráter estético e/ou terapêutico. A drenagem linfática simples é feita com o deslizamento suave das mãos por meio de um óleo ou creme. Ela relaxa o corpo, estimula a circulação linfática e auxilia na eliminação de líquidos. Indicação: adjuvante em tratamentos de celulite, gordura localizada, flacidez, estrias e em pré e pós-operatórios.

 

Ultrassom: faz uso de aparelho que emite ondas sonoras. Estas promovem vibrações mecânicas nos tecidos subcutâneos e alteram a permeabilidade da membrana das células de gordura, permitindo sua eliminação pelas fezes e pela urina. Indolor e não invasivo, o método é bastante eficaz para acabar com a gordura localizada e a celulite de graus I, II e III, além de possuir ações anti-inflamatórias, cicatrizantes, analgésicas e regeneradoras. Indicação: gordura localizada, celulite etc.

 

Endermologia: nesse caso, é feita uma espécie de sucção no tecido, rompendo células de gordura e promovendo o seu remodelamento. A técnica favorece a circulação, eleva a oxigenação do tecido e estimula a eliminação das toxinas pelo organismo. Indicação: celulite, redução de medidas e modelação do contorno corporal.

 

Manthus: o método é bastante difundido por ser praticamente indolor e apresentar resultados rápidos. Trata-se de uma máquina que combina ultrassom com correntes elétricas – o primeiro é responsável por quebrar as células de gordura em partículas menores, enquanto o segundo procedimento elimina os resíduos pela urina. Indicação: celulite, gordura localizada e aceleração nos processos pós-cirúrgicos, ajudando na recuperação da pele.

 

Carboxiterapia: o método é invasivo e doloroso por usar injeções, mas apresenta bons resultados. Ele consiste na aplicação de CO2 para preencher as camadas inferiores da pele, promovendo a oxigenação do tecido, a melhora das funções metabólicas, a queima de gordura e o aumento da firmeza da camada superficial da pele. Indicação: celulite, gordura localizada, estrias, flacidez, rejuvenescimento facial, tratamento complementar à lipoaspiração, pós-operatório de cirurgias plásticas etc.

 

Endermoterapia: aproveita a mesma técnica da drenagem linfática, mas com sucção. É realizada por meio de ventosas e roletes que fazem compressão sobre o tecido com celulite e gordura localizada, diminuindo a extensão da região afetada e melhorando o aspecto da pele. Indicação: celulite, pré e pós-cirurgia plástica, cicatrizes hipertróficas e queloides, estrias, envelhecimento cutâneo e extração de cravos.

 

 

Conheças as técnicas mais modernas

 

 

Radiofrequência: utiliza um aparelho que aquece e contrai as fibras de colágeno, estimulando a produção dessa substância. O resultado é uma pele mais firme e com maior sustentação. O calor emitido é distribuído de maneira uniforme e profunda, agindo diretamente na camada de gordura. As ondas eletromagnéticas ainda proporcionam melhoria da flacidez, das rugas e dos vincos. Indicação: celulite, gordura localizada, queloides, cicatrizes, acne em fase cicatricial, fibroses, pós-operatório de cirurgia plástica etc.

 

Endermoterapia vibratória: é um sistema que atua com movimentos circulares e impulsos de vibração. O equipamento alcança as camadas mais profundas da pele, intensificando a circulação sanguínea, além de eliminar os depósitos de gordura e proporcionar firmeza e elasticidade para a superfície da pele. Indicação: celulite, remodelação corporal, drenagem linfática, estimulação circulatória, pré e pós-operatório, recuperação muscular, retenção de líquidos etc.

 

Criolipólise: a técnica empregada é o resfriamento das células de gordura, que são sensíveis ao frio. O diferencial, entre os outros métodos, é o fato de que a criolipólise destrói as células (as quais são eliminadas pelo sistema linfático), e não apenas as diminui como os demais. Indicação: parte interna das coxas, abdômen, flancos e costas.

 

Laser: existem vários tipos aparelhos. O mais moderno apresenta três funções, que, juntas, conseguem reduzir as celulites de graus I e II (leve e moderada) e melhorar consideravelmente as de grau III e IV (mais intensas). A primeira etapa abre os gânglios linfáticos; a segunda, por sua vez, proporciona a quebra das traves de gordura (que dão o aspecto de “casca de laranja”); e a terceira é como uma drenagem linfática para eliminar o excesso de líquido presente na região. Indicação: celulite, gordura localizada, flacidez, rejuvenescimento facial, retenção de líquidos, estimulação capilar etc.

 

Dove FirmingDeu vontade de testar tudo?

 

Cuidado! Antes de sair correndo para a clínica de estética mais próxima, é importante saber que existem algumas restrições para determinados procedimentos. “As contraindicações são classificadas de acordo com cada paciente e com a técnica proposta pelo profissional”, explica Juliana.

 

Por isso, é importante ter uma conversa com um especialista antes de iniciar um tratamento. O sinal amarelo acende para: gravidez, hipertensão e hipotensão não controladas, insuficiência renal, infecções agudas, epilepsia, asma severa, doenças autoimunes e de pele, trombose, câncer já diagnosticado e tratado, reações alérgicas, taquicardia, hematomas graves, operações cirúrgicas e alterações da tireoide.

 

Em outros casos, o sinal pode ser vermelho. Ou seja, os métodos estão proibidos nas seguintes situações: gravidez nos três primeiros meses, hematomas graves, trombose, embolias, flebites, infecções, estado febril, gânglios inchados, osteoporose grave, tumores malignos, neoplasia, viremias e bacteremias (presença de vírus ou bactérias no sangue) e crianças menores de 12 anos.

 

Se o sinal está verde e o seu médico estiver de acordo, é só escolher a data para começar. Lembre-se sempre disto: quanto mais saudável for o estilo de vida, melhores serão os resultados.

6 comentários nessa matéria

  • NEIDE OLIVEIRA

    NEIDE OLIVEIRA

    Nunca fiz esses tratamentos, mas não me falta curiosidade. Usei Goicoechea anticelulite, tive um bom resultado. Gosto muito das dicas do Portal Vital.

    Responder - 11 de abril às 15:26
  • LUCIANA FREIRE

    LUCIANA FREIRE

    Drenagem linfática e carboxiterapia, mas nada foi tão vantajoso quanto a musculação.

    Responder - 17 de novembro às 12:44
  • MARILENE ZAURISIO DE OLIVEIRA

    MARILENE ZAURISIO DE OLIVEIRA

    Gostei muito das dicas, mas onde tudo é tão caro, que precisamos priorizar.

    Responder - 01 de junho às 03:35
  • ANA PAULA RAMOS ROTA

    ANA PAULA RAMOS ROTA

    São cuidados que ajudarão e muito!! ;)

    Responder - 02 de maio às 02:52
  • JANETE  DE FATIMA RIBEIRO DA SILVA

    JANETE DE FATIMA RIBEIRO DA SILVA

    Os cuidados basicos que todos deveriamos por em pratica, mas nem sempre é facil.

    Responder - 11 de março às 22:21
  • CLAUDIA GARCIA DA ROSA

    CLAUDIA GARCIA DA ROSA

    Concordo com tudo o que li, realmente boa alimentação e exercícios só fazem o bem, mas tenho de ressaltar (reconhecer), a idade, com o 'tempo', não ajuda... é duro, mas tem determinadas 'gordurinhas' que temos de aceitar e ponto. Gostei muito das dicas e da matéria.

    Responder - 06 de março às 19:19