Portal Vital

770 Matérias - 433 Likes - 2481 Comentários RSS

Quem busca aprender um novo idioma encontra várias opções no Brasil. Mas que tal adquirir novos conhecimentos culturais e passar momentos inesquecíveis no exterior? Conheça, então, as opções de cursos de línguas oferecidas pelas agências de intercâmbio.

 

Qualquer um com mais de 18 anos pode cursar um desses programas, cuja duração varia de duas semanas a um ano. "Essa é a melhor maneira de aprender a língua e vivenciar a cultura e o dia a dia no país escolhido", afirma a diretora educacional da agência de intercâmbio CI, Tereza Fulfaro, de São Paulo.

 

Foi com essa ideia que o estudante de Relações Internacionais Lucas Hirata, de 21 anos, resolveu passar sete meses em Montreal, no Canadá. "O fato de a cidade ser bilíngue pesou na escolha, pois eu queria um local onde pudesse aprimorar meu inglês e meu francês", explica. O custo de vida também contou a favor, já que chega a ser duas vezes menor do que nos Estados Unidos.

 

Lucas conta que estudar o país escolhido antes de viajar foi fundamental para evitar surpresas. "Saí daqui com 32º Celsius, e cheguei lá com -32º Celsius. Foi um choque muito grande", lembra o estudante, que permaneceu na cidade entre janeiro e julho de 2009. Para ele, o período acabou transformando-se em uma oportunidade para conhecer mais sobre si mesmo. Sem passagem, um curso de quatro semanas na África do Sul, com acomodação em casa de família, custa em torno de US$ 1.500 (R$ 2.650, aproximadamente).

 

Salário no exterior

 

Já pensou em melhorar a performance no idioma e, ainda por cima, ganhar um pouco de dinheiro? Algumas agências oferecem a possibilidade de trabalho remunerado no exterior. A gerente comercial da Experimento, em São Paulo, Emilia Miguel, explica que há opções para universitários que desejam trabalhar em hoteis, restaurantes, bares e estações de esqui, por exemplo, durante o período das férias de verão brasileiro nos Estados Unidos – entre dezembro e março. O programa custa cerca de US$ 1.750 (R$ 3.100), sem passagem ou acomodação. E o jovem recebe cerca de US$ 7,50 por hora.

 

"Uma opção mais vantajosa para as mulheres é o trabalho como au pair (uma espécie de babá) nos Estados Unidos", explica Emilia. Segundo ela, o programa prevê um salário semanal de US$ 195,75 (R$ 345,60), uma bolsa de estudos de até US$ 500 (R$ 883), acomodação em quarto individual com todas as refeições, seguro saúde e duas semanas de férias remuneradas.

 

Para se inscrever nesse programa, é preciso pagar uma taxa de R$ 796 – que pode ser dividida em quatro cheques de R$ 199 –, mais US$ 650 (cerca de R$ 1.147,50) depois que a agência conseguir uma hospedagem em família americana. Desse último valor, US$ 200 (R$ 353) serão reembolsados no fim do programa. "O au pair torna-se mais vantajoso porque é subsidiado pelo governo americano", afirma a gerente da Experimento. Prepare suas malas e aproveite a experiência!

 

Já pensou em morar fora do país? Conheça as oportunidades!
Muitas descobertas na vida dos adolescentes que experienciam o intercâmbio
Para incrementar seu currículo, trabalhe no exterior

0 comentário nessa matéria