Portal Vital

770 Matérias - 433 Likes - 2481 Comentários RSS

A reciclagem torna-se cada dia mais essencial, e se você ainda não aderiu à essa prática, está mais do que na hora de começar! Quem recicla reduz a quantidade de lixo acumulado em casa e ainda colabora com o meio ambiente – afinal, menos lixo resulta em menos poluição e mais reciclagem gera uma menor destruição da natureza para a fabricação de novos produtos.

 

Começar é muito simples. “O primeiro passo é não misturar o lixo orgânico, que são os restos de alimentos, com os recicláveis. Depois, basta pegar o material e encaminhar para um posto de coleta”, ensina Ana Maria Luz, presidente do Instituto GEA de Ética e Meio Ambiente. Para incentivar as pessoas em casa a colaborar, deixe uma lata de lixo ou caixa de papelão na cozinha e no banheiro só para os recicláveis. Assim, ninguém precisa se locomover muito para ajudar você nessa tarefa.

 

Atualmente, muitos condomínios têm programas de coleta. Se esse não é o seu caso, procure um lugar perto da sua casa em que possa depositar o material. Supermercados, lojas e cooperativas, por exemplo, são locais que costumam receber os recicláveis. “Mas, antes de deixar, busque informações para ter certeza de que o programa deles é sério. Se todos se preocuparem, tudo tende a melhorar”, orienta Ana Maria Luz.

 

Isso é reciclável!

 

- Papéis: cadernos velhos, revistas, jornais, papéis de escritório, papel de seda, caixas de papelão, cartolina, embalagens longa vida etc.

 

- Plásticos: embalagens de shampoos, detergentes, refrigerantes, sacolas de supermercado, tampas e potes plásticos, embalagens de ovos, frutas e legumes, canetas esferográficas, escova de dentes, baldes etc.

 

- Vidros: copos, garrafas de bebidas, frascos em geral (molhos, condimentos, remédios, perfumes e produtos de limpeza), potes de alimentos, entre outros. Podem ser inteiros ou em cacos.

 

- Metais: latas de alumínio (refrigerante, cerveja e sucos) e latas de aço em geral, como as de sardinhas, óleo, creme de leite, molho de tomate etc.

 

Isso não é reciclável!

 

- Papéis: papel vegetal, celofane, papéis encerados, papel-carbono, papel higiênico usado, papéis engordurados, fotografias, fitas e etiquetas adesivas.

 

- Plásticos: isopor, embalagens metalizadas e plásticos duros, como os usados na fabricação de computadores, telefones e eletrodomésticos.

 

- Vidros: espelhos, vidros de janelas de automóveis, lâmpadas, ampolas de medicamentos, cristal e vidros temperados.

 

- Metais: esponjas de aço e canos de metal.

 

10 comentários nessa matéria

  • ISRAELITA RODRIGUES

    ISRAELITA RODRIGUES

    Reciclagem palavra chave nos lares,nas escolas,nas ruas ...enfim, em mentes que sabe o quanto isso pode contribuir para o futuro das crianças.

    Responder - 20 de outubro às 18:49
  • CRISTIANE ALMEIDA

    CRISTIANE ALMEIDA

    Legal!! essa matéria tirou algumas dúvidas que eu tinha. Obrigada!!!!

    Responder - 19 de julho às 03:16
  • MARIA ELAINE CARDOSO

    MARIA ELAINE CARDOSO

    Bom dia, se cada um de nós fizermos um pouco que seja, o planeta saira ganhando e consequentimente teremos uma melhor qualidade de vida.

    Responder - 21 de julho às 10:44
  • ANDREA ARANTES BALLARDIN

    ANDREA ARANTES BALLARDIN

    Sempre separei o lixo reciclável do lixo orgânico. Moro em SP e todas as 6ªs feiras passava o caminhão da prefeitura para recolher o lixo reciclável. Morei fora de SP por 3 anos e quando voltei soube que a prefeitura havia acabado com a coleta. Uma pena! Hoje, separo o reciclável e levo aos postos de coleta no Pão de Açúcar. Dá mais trabalho, mas continuo fazendo a parte que caberia às autoridades. Prefeito de São Paulo, recoloque os caminhões verdes nas ruas!!!!!

    Responder - 18 de julho às 20:24
  • FABIANA I MORAES

    FABIANA I MORAES

    Matéria sempre bem vinda!! Reciclar é necessário,aqui em casa separo tudo por tipo(papelão,vidros,etc...)já se tornou um hábito. Obrigada sempre Vital!

    Responder - 13 de julho às 13:41
  • LEDA SOARES

    LEDA SOARES

    Além de separar as sucatas, lavo bem todos os potes assim eles são mais aceitos e facilitam o processo, o isopor aqui em minha cidade é aceito como plástico, o caminhão da coleta seletiva o recolhe ainda bem !!!!

    Responder - 12 de julho às 17:37
  • VANI CRISTINA CARDOSO

    VANI CRISTINA CARDOSO

    Desconhecia o que não é reciclável.Vital sempre nos informando e dando otimas dicas.

    Responder - 12 de julho às 09:33
  • VANESSA BRANDT

    VANESSA BRANDT

    Tema super atual e importante. No meu condomínio temos a separação do lixo reciclável e do não reciclado!! Eu sempre separo e outro fator importante é o óleo usado, guardo em garrafas e depois descarto em pontos de coletas como o que tem em uma rede de supermercados!!! Obrigado Vital!!!

    Responder - 11 de julho às 14:29
  • ELIANE DE CASSIA GALVANO UCZINSHI

    ELIANE DE CASSIA GALVANO UCZINSHI

    Reciclar é Vital! Em meu condomínio já existe todo um processo de coleta seletivaque faz toda diferença em nosso dia a dia. Boa semana a todos do Portal!

    Responder - 11 de julho às 12:35
  • ANA PAULA RAMOS ROTA

    ANA PAULA RAMOS ROTA

    Bom dia Vital!!! Matéria muito importante!!Aqui em casa reciclamos o que deve ser reciclado! Separo todo lixo orgânico do não orgânico, e já ensinei para minha família como deve ser feito! É um trabalho interessante,e bem legal! Sempre repasso essas informações para pessoas que não sabem reciclar o lixo!! Nós e o meio ambiente agradecemos muito tudo isso!!! Adorei a matéria!!! Uma ótima semana para todos nós!!! Beijos ;)

    Responder - 11 de julho às 12:22